Modelagem do Cenário Externo.

Link

Ok, Culpado! Demorei pra atualizar, mas muita coisa aconteceu!

Coisas ruins e boas: Uma má é que tive Pendrives furtados e vou ter que reaprender a animar, mas a boa notícia é que tenho me dedicado a estudar Luz, textura e render, além de anatomia! (Pensando Positivo).

Vamos falar das Referências!

Busquei várias referências diferentes para o curta, vou falar um pouco delas em seus momentos certos, mas agora falarei da modelagem do cenário externo.

Na modelagem do cenário externo a principal referência foram os cenários de How I Met Your Mother, minha série preferida, acabou sendo também uma homenagem, pois acompanhei a reta final da série enquanto fazia o curso.

Alguns curtas de animação também acabaram por me influenciar, dentre eles Blik um curta da Polder Animation, Bus Stop da Bellecour Schools e One Day Curta da Gobelins. O Render porém vai ser diferente destes curtas.

Para os enquadramentos não posso negar que minha referência é muito vinda de Wes Anderson, diretor que para mim se destaca dos demais por seus planos e enquadramentos simétricos. Logo, cada Render que mostrar aqui vai seguir muito o estilo do diretor.

Agora vou parar de enrolar..rs

Modelagem Cenário Externo Ventura:

Modelagem Cenário Externo Ventura

Próxima Etapa, texturizar o cenário …

Abraço e até a próxima! (Espero que seja logo..rs)

Um pouco de história …

Depois de algum tempo sem atualizar finalmente estou colocando aqui a Story-line e também os concepts dos personagens.
Vou tentar me manter atualizado e apresentar mais material do meu projeto.
Agraço ao Diego Gozze por ter ajudado em todo o processo do roteiro.
Então deixo vocês com o Concept de Andrew e Sam e um pouco da história. Um dia desses explico o nome dos personagens!?rs

STORY-LINE:

Rapaz com transtorno compulsivo obssessivo (TOC) busca conviver com a manifestação da “doença”.
Em um determinado momento ele se desespera por não conseguir controlar seu distúrbio.
Ao “fugir” de casa ele encontra a calma enquanto está distraído.

Quero agradecer a Zoe pelo Concept dos personagens, fiquei muito feliz com o resultado.
Espero que gostem.
Até a próxima…

Um Passo de cada vez …

Imagem

Agora que estamos produzindo o curta é muito fácil saber por onde começar, mas 8 meses atrás eu não tinha ideia do que fazer primeiro. Então resolvi colocar para o pessoal que não é da área de 3D o meu processo de produção neste projeto (Espero que ajude a entender minha linha de raciocínio nas postagens do blog). Além disso quem é da área pode também concordar ou discordar deste fluxograma e me dar algumas dicas de como proceder.

fluxograma

Aqui estão as principais etapas do projeto, mas depois pretendo colocar aqui algumas informações para explicar cada item, conforme for passando por eles. Esse cronograma poderá sofrer algumas alterações (espero que não muitas..rs).

Até o próximo passo …

P.S: Fica a promessa de no próximo post colocar a sinopse e o concept dos personagens.

VENTURA

A idéia para o roteiro foi um processo que me tomou algumas noites de sono (Dou muito mais valor aos roteiristas agora). Foram várias histórias, mas somente uma que eu realmente quisesse contar neste momento.

Graças a Deus o nome do curta veio mais facilmente: Ventura.

Algumas pessoas me perguntam qual o significado desta palavra, então percebi que seria interessante colocar aqui sua etimologia.
VENTURA 
ven.tu.ra
sf (lat ventura, de venturu1 Fortuna boa ou má. 2 Sorte, acaso, destino. 3Sorte feliz; felicidade. 4 Fortuna próspera. 5 Risco, perigo. Antôn (acepções 3 e 4): desventura. À ventura: ao acaso, à sorte, à toa. Por ventura: por acaso, talvez.

No caso do curta creio o significado da palavra se aplica perfeitamente, pois a vida do personagem principal se modifica (positivamente) graças ao “acaso”.

Fonte: Dicionário Michaelis.

Uma breve apresentação…

Sejam benvindos!

Este blog foi criado para acompanhar a produção de meu curta de animação: Ventura!
Aqui colocarei todo o processo deste projeto, as etapas de produção, e minhas experiências.

Peço a todos críticas e sugestões!

Desde já, me sinto honrado pela visita!

Alvaro Llamosas.